Independência energética a caminho de um mundo mais sustentável


A ZERO e a APREN (Associação Portuguesa de Energias Renováveis), divulgaram hoje, dados de 2016 que registam um consumo eléctrico em Portugal continental assegurado em 64% através de fontes renováveis, um aumento de 7% face a 2015, considerando este, um ano de recordes.

continue reading

Nasceu a primeira escola 100% sustentável no Uruguai


Com dois mil pneus, cinco mil garrafas de vidro, dois mil metros quadrados de papelão e oito mil latas de alumínio, nasceu uma escola!

Quem projectou a construção de 270 m² foi Michael Reynolds, um norte-americano que nos anos 60 percebeu que a arquitectura havia abandonado o ser humano e fundou uma comunidade para viver de forma mais inteligente e harmónica com a natureza.

60% do material utilizado na escola é reciclado. Desde 2014, os moradores da região foram apresentados ao projecto e fizeram o possível para torná-lo real, assim como 200 voluntários do Uruguai e de outros países que colocaram a mão na massa durante as sete semanas de construção, aprenderam o método de Reynolds e poderão replicá-lo pelo mundo.

As crianças da pequena comunidade de Jaureguiberry, região costeira do Uruguai, já podem estudar numa escola que tem a educação e a valorização do meio ambiente como princípios básicos. É neste local, onde vivem apenas 500 habitantes, que foi construída a Ecoescuela Sustentável, a primeira escola totalmente sustentável da América Latina.

Num mundo em que o lixo continua a aumentar, invadindo terras e oceanos e matando milhões de espécies, este é, sem dúvida, um exemplo a seguir!

2017. O Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento


A Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou no final do ano passado a adopção de 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento.

continue reading

Entrou hoje em vigor o Acordo de Paris


O primeiro pacto universal contra o aquecimento global entra hoje simbolicamente em vigor, depois de aprovado e assinado a 12 de Dezembro do ano passado por 195 países. estabelecendo como condição, a ratificação por um número de países que representassem 55% das emissões mundiais de gases com efeito de estufa.

continue reading
1 2